Carregando...

Qual o nível de satisfação dos consumidores com o comércio eletrônico?

Que o comércio eletrônico no Brasil está em evolução constante não é novidade, como já falamos aqui e aqui. Mas, será que o consumidor está realmente satisfeito? Problemas como demora na entrega, produtos danificados e atendimento ao cliente são algumas das pedras no sapato do internauta que realiza compras online.

Satisfação do Consumidor Blog

A PROTESTE realizou uma pesquisa com 20 mil associados e fez um estudo baseado na avaliação de preços, variedade dos produtos, custo do frete, facilidade de uso, detalhamento do produto e informações gerais. O comércio online, assim como o tradicional, é obrigado a obedecer ao Código de Defesa do Consumidor.

De maneira geral, a maioria dos usuários está satisfeito com as lojas. O item que mais pesou sobre a decisão de compra é o custo da mesma. Nosso parceiro, Ricardo Eletro, foi líder no quesito satisfação com preços dos produtos e o Ponto Frio, também parceiro do Compra e Volta, tem os consumidores mais satisfeitos com o custo do frete.

Entre os produtos mais comprados, os eletrônicos lideram o ranking com 46% do volume das transações, sendo que 52% dos usuários utilizam cartões de crédito ou débito e, desses, 99% afirmam nunca ter tido problemas com o processo de pagamento.

Quanto a entrega realizada dentro do prazo, 95% dos consumidores está satisfeito. O resultado é ótimo, mas é sempre bom ficar de olho na informação do prazo, que é obrigatória. O consumidor tem direito de cancelar a transação em caso de atrasos. O mesmo vale ao receber o produto, se a mercadoria não for satisfatória, é possível cancelar a compra e ser reembolsado. Por isso, ler as condições de compra é essencial.

Para a confirmação da compra, é imprescindível o recebimento de um e-mail ou notificação, o que ocorreu em 98% dos casos dos entrevistados.  Mas, antes de fechar qualquer compra, não dá para não ficar atento às cláusulas e condições gerais do contrato. Essas informações são muito importantes para o pós atendimento, quando necessário.

A pesquisa mostrou que, na maioria dos casos, o comércio eletrônico tem respeitado o direito do consumidor. Porém nenhum cuidado é exagerado, só finalize uma compra pela internet se estiver seguro e depois de pesquisar em outros sites. Para saber mais sobre a pesquisa e para saber sobre a avaliação da PROTESTE quantos às principais lojas de compra online em diversos critérios, acesse: www.proteste.org.br

Aproveite para deixar sua própria opinião quando o assunto é satisfação no e-commerce!

Deixe uma resposta